Economia

BC alemão prevê alta de 7,1% para indicador CPI e avanço de 1,9% para PIB em 2022



O Banco Central da Alemanha (Bundesbank) projeta, em relatório mensal publicado nesta sexta-feira, 10, que o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) do país deve crescer 7,1% em 2022, desacelerando para uma alta de 4,5% em 2023. Já o Produto Interno Bruto (PIB) deve registrar avanço de 1,9% no ano atual e de 2,4% no seguinte.

O Bundesbank diz que a recuperação econômica deve portanto continuar, “mas em ritmo consideravelmente mais contido que o projetado em dezembro”.

Sobre a inflação, ele destaca que o movimento de alta é puxado por alimentos e energia, no contexto da guerra da Rússia na Ucrânia, mas mostra que o avanço dos preços também se dissemina.

O chamado núcleo da inflação ao consumidor, que exclui energia e alimentos, deve subir 3,6% neste ano e 3,2% em 2023, projeta o BC.




O relatório contém ainda um “cenário de risco alternativo”, que incluiria a paralisação nos envios do setor de energia na Rússia. Nesse caso, a atividade poderia ter um “declínio pronunciado” no próximo ano.

Nesse cenário mais adverso, o CPI subiria 7,6% neste ano e 6,1% em 2023, enquanto o PIB teria avanço de 0,5% no ano atual e contração de 3,2% em 2023.