Edição nº 1129 12.07 Ver ediçõs anteriores

Bayer investirá € 5 bilhões para combater ervas daninhas

Bayer investirá € 5 bilhões para combater ervas daninhas

A multinacional alemã Bayer anunciou na sexta-feira 14 que investirá
€ 5 bilhões até 2030 em pesquisa e desenvolvimento (P&D) para herbicidas que combatam ervas daninhas. Os estudos têm como objetivo compreender melhor os mecanismos de resistência da vegetação e desenvolver novas soluções. A companhia química e farmacêutica deseja reduzir o seu impacto ambiental em 30% no período. Hoje, a Bayer responde a mais de 13,4 mil processos judiciais envolvendo o agroquímico RoundUp, feito à base de glifosato, substância citada por cientistas como altamente cancerígena. O produto é proibido na União Europeia, mas muito utilizado nas lavouras de países em desenvolvimento. “Vamos implementar uma série de medidas com o objetivo de promover maior transparência e sustentabilidade”, disse Werner Baumann, presidente do Conselho de Administração da Bayer, em comunicado à imprensa.

(Nota publicada na Edição 1126 da Revista Dinheiro)


Mais posts

1,2 trilhão de árvores para conter o aquecimento global

O plantio massivo de mudas de árvores em espaços que ainda não foram urbanizados ou tomados pela agropecuária pode ajudar o mundo na [...]

Terras indígenas e áreas de proteção ambiental em xeque na Amazônia

A expansão das atividades na Floresta Amazônica coloca em risco mais de ⅔ das reservas indígenas e de áreas protegidas, segundo um [...]

Frio aquecido

A Kroton, dona de bandeiras educacionais como Anhanguera, Fama e Unopar, fechou uma parceria com a Cruz Vermelha Brasileira para arrecadar doações de casacos, calçados, cobertores e outras roupas de frio, nos tamanhos adulto e infantil, que estejam em bom estado de conservação. A organização humanitária também aceita roupas e sapatos — especialmente nas regiões […]

Fundação Toyota lança EAD gratuito

A Fundação Toyota do Brasil, braço social da montadora multinacional japonesa Toyota, está comemorando 10 anos de existência. Para [...]

O mundo respira por aparelhos

Em dezembro de 2018, um relatório da organização Global Carbon Project, que foi produzido por 76 cientistas de 15 países, apontou que o [...]
Ver mais