Economia

Bancos vão oferecer contraproposta em projeto que limita juros

Crédito: Divulgação

A ideia dos bancos é flexibilizar o limite dos juros nas compras com cartão e cheque especial (Crédito: Divulgação)

O projeto de lei que vai permitir uma limitação de 30% na cobrança de juros do cheque especial e cartão de crédito rotativo até dezembro, aprovado na semana passada no Senado e em tramitação na Câmara, deve receber uma contraproposta dos bancos. A negociação deve ir no sentido de flexibilizar os limites do percentual sobre o crédito e permitir parcelamentos sem juros.

A proposta rodou no Senado desde o começo do ano legislativo, mas só foi aprovada na última semana, após um longo debate sobre se limitar os juros praticados pelos bancos era uma forma de interferência econômica nas instituições.

+ Senado conclui votação de PL que limita juros do cartão e do cheque especial
+ Em meio à crise, juro do rotativo do cartão cai em junho a 300,3% ao ano, diz BC
+ “O lojista que vende por cartão de crédito pode perder 2,5% do faturamento”

Na Câmara, o texto deve sofrer modificações, além de correr o risco de sequer ser pautado, já que o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não vê o projeto de lei com bons olhos.

Segundo o Valor Econômico, os bancos devem indicar que, com a limitação em 30%, 6 milhões (quase um terço do total) de clientes devem deixar de ter acesso ao cheque especial, enquanto no caso do rotativo a estimativa é de que 20 milhões de pessoas fiquem sem cartão de crédito.

As limitações afetam um grupo que consome algo em torno de R$ 200 bilhões por ano no comércio brasileiro e atinge o varejo neste momento de pandemia, uma vez que o PL tende a acabar com o parcelamento das compras sem juros, segundo os bancos.

A ideia será apresentar um plano de redução menos agressiva nas taxas e afetar o menos possível toda a cadeia econômica.

Veja também

+ Eclipse solar total: saiba onde e quando poderá ser visto o fenômeno
+ Passo a passo: saiba como cadastrar e usar a CNH digital
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?