Economia

Banco Mundial adia relatório sobre competitividade por temor com dados de países

O Banco Mundial anunciou nesta quinta-feira que decidiu adiar a publicação de seu relatório sobre competitividade nos negócios, para investigar possíveis irregularidades nos dados. Quatro países, China, Azerbaijão, Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita, teriam tido números alterados de maneira indevida, segundo uma pessoa próxima à decisão.

A medida renova preocupação de dois anos atrás, quando pela primeira vez houve temor de que o relatório fosse vulnerável a manipulações. Com isso, a próxima versão, que seria divulgada em menos de um mês, será adiada.

O Banco Mundial disse, em comunicado, que começou uma revisão sistemática dos dados com uma auditoria independente, e que iria corrigir os números.

A instituição indicou que, entre outubro de 2017 e o mesmo mês de 2019, registros foram afetados, e acrescentou que os documentos dos últimos cinco anos seriam revistos. Em três dos países descritos, os avanços nos últimos cinco anos foram significativos.

A China passou do 90º lugar para o 31º no ano passado. O Azerbaijão foi do 80º para o 34º, e os Emirados Árabes passaram do 22º para o 16º. A Arábia Saudita regrediu. As embaixadas dos quatro países não responderam imediatamente o pedido de comentários.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?