Ciência

Balanço mundial da pandemia de covid-19 neste domingo

Crédito: Arquivo / AFP

Desde o começo da epidemia, mais de 240.314.450 pessoas contraíram a doença (Crédito: Arquivo / AFP)

A pandemia do coronavírus provocou ao menos 4.891.684 mortes no mundo desde que o escritório da OMS na China notificou o surgimento da doença em dezembro de 2019, segundo um balanço estabelecido pela AFP neste domingo (17) às 07h00 (horário de Brasília) com base em fontes oficiais.



Desde o começo da epidemia, mais de 240.314.450 pessoas contraíram a doença.

A grande maioria dos pacientes se recupera, mas uma parte ainda mal avaliada conserva os sintomas durante semanas ou inclusive meses.

+ Escolas planejam pós-pandemia com natureza, convivência e tecnologia

Os números se baseiam nos relatórios comunicados diariamente pelas autoridades sanitárias de cada país e excluem as correções realizadas posteriormente pelos diferentes órgãos de estatística, que concluem que a quantidade de mortes é muito maior.



A OMS estima inclusive que se for levar em conta a sobremortalidade vinculada à covid-19, direta e indireta, o balanço da pandemia poderia ser duas a três vezes maior que o registrado oficialmente.

Uma parte significativa dos casos menos graves ou assintomáticos continua sem ser detectada, apesar da intensificação dos testes em vários países.

No sábado, foram registrados no mundo 5.512 novas mortes e 352.368 casos.

Os países que registraram mais mortes segundo os últimos balanços oficiais são Rússia com 997, Estados Unidos (486) e Brasil (483).

A quantidade total de mortos nos Estados Unidos é de 724.153, com 44.916.462 contágios.

Depois dos Estados Unidos, os países com mais vítimas mortais são Brasil com 603.152 mortes e 21.638.726 casos; Índia, com 452.124 mortes (34.067.719 casos); México, com 284.321 mortes (3.755.053 casos) e Rússia, com 223.312 mortes (7.992.687 casos).

Entre os países mais afetados, o Peru registra a maior taxa de mortalidade, com 606 mortes a cada 100.000 habitantes, seguido da Bósnia (339), Macedônia do Norte (332), Montenegro (322), Bulgária (319) e Hungria (314).

Neste domingo às 07h00 de Brasília e desde o começo da epidemia, América Latina e Caribe somam 1.508.394 mortes (45.513.200 casos), Europa 1.352.088 (70.785.226), Ásia 856.380 (55.079.537), Estados Unidos e Canadá 752.626 (46.593.818), África 215.307 (8.430.722), Oriente Médio 204.419 (13.690.555) e Oceania 2.470 (221.392).

Este balanço foi realizado usando dados das autoridades nacionais coletados pelos escritórios da AFP e com informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Devido a correções das autoridades ou à publicação tardia dos dados, o aumento dos números publicados em 24 horas pode não corresponder exatamente com os números do dia anterior.


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?