Economia

Azul: demanda de passageiros (RPK) cresce 29,1% em janeiro


A demanda de passageiros consolidada da Azul (RPKs) subiu 29,1% em janeiro na comparação com o mesmo mês de 2019, para 3,323 milhões de pessoas. Ao mesmo tempo, a oferta de assentos (ASKs) subiu 26,5%, para 3,899 milhões. Com a combinação dos números, a taxa de ocupação dos voos da empresa foi a 85,2%, alta de 1,7 ponto porcentual em um ano.

No mercado doméstico, a demanda subiu 28,3%, para 2,465 milhões de passageiros, enquanto que a oferta de lugares nos voos subiu 25,2%, para 2,922 milhões. A taxa de ocupação nos voos nacionais da empresa teve ganho de 2 pontos porcentuais em um ano, para 84,4%.

Nos voos internacionais, a alta da demanda foi de 31,5%, para 858 mil passageiros, e a oferta de assentos cresceu 30,5%, para 977 mil. Combinados, os dois indicadores levaram a um aumento de 0,7 ponto porcentual na taxa de ocupação, para 87,8%.

“Graças à conectividade e alcance exclusivo da nossa malha, conseguimos estimular a demanda e fortalecer nossas rotas sempre que substituímos uma aeronave de antiga geração por uma aeronave maior e mais eficiente em termos de combustível”, afirma, no comunicado da Azul, John Rodgerson, CEO da empresa. Segundo ele, os resultados do plano de renovação de frota da aérea têm sido satisfatórios até o momento.

Tópicos

Azul demanda janeiro