Negócios

Avianca cancela mais 800 voos e volta ao tamanho que tinha ao estrear no mercado

Empresa manteve 37 voos nesta semana, um a mais do que os 36 registrados quando recebeu autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), há 16 anos

Avianca cancela mais 800 voos e volta ao tamanho que tinha ao estrear no mercado

Depois de se consolidar como a quarta maior companhia aérea nacional, a Avianca Brasil iniciou esta segunda-feira (29) com o mesmo número voos que tinha no início das suas operações, em 2003. Segundo levantamento do G1, a empresa manteve 37 voos nesta semana, um a mais do que os 36 registrados quando recebeu autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), há 16 anos.

A companhia está sistematicamente cancelando voos desde que foi obrigada a devolver a maior parte da sua frota pela falta de pagamento do aluguel. A Avianca, que já operou com mais de 40 aeronaves, agora mantém apenas cinco sob seu controle. A queda refletiu diretamente nos compromissos e entre esta segunda (29) e quinta-feira (2) mais 810 voos foram cancelados. Na ultima semana os cancelamentos ultrapassaram 360 itinerários.

No auge, em 2018, a Avianca era a quarta maios companhia aérea do Brasil, com uma média de 241 voos diários e 12,39% do mercado, ou 11,6 milhões de passageiros pagos por ano. Antes do agravamento da crise, no início deste ano, a empresa tinha 5,3 mil funcionários, sendo 617 pilotos e copilotos e 1,1 mil comissários, informou o G1. Atualmente a maior parte esta em licença não-remunerada.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?