Economia

Auxílio Brasil: Proposta do Governo para 2022 mantém valor do Bolsa Família

Crédito: Arquivo / Agência Brasil

O projeto inclui o pagamento integral de quase R$ 90 bilhões em precatórios (Crédito: Arquivo / Agência Brasil)

Nesta terça-feira (31), o governo enviou o projeto do Orçamento 2022 para o Congresso Nacional. O projeto não define reajuste para o Bolsa Família, rebatizado de Auxílio Brasil, mas inclui o pagamento integral de quase R$ 90 bilhões em precatórios.

Segundo o Ministério da Economia, o projeto de orçamento destina R$ 34,7 bilhões ao programa social, o que seria suficiente para alcançar 14,7 milhões de famílias – contingente próximo do atual.

+ Orçamento de 2022 prevê fundo eleitoral de R$2,128 bi e mais de 40 mil vagas em concursos públicos

O ministro da Cidadania, João Roma, já havia pontuado que para ampliação do programa o orçamento teria que subir para R$ 60 bilhões. A proposta de ampliação elevaria o valor médio do benefício de R$ 190 para R$ 300 e do número de famílias contempladas para 17 milhões.



O teto de gastos terá crescimento de R$ 136,6 bilhões. Com isso, o gasto total sujeito ao teto poderá chegar a R$ 1,61 trilhão. Parte deste valor será preenchido por um aumento de R$ 52,7 bilhões nos benefícios do INSS.

Veja também
+ Como podcasts podem ajudar na educação financeira do brasileiro
+ Mistério: mulher descobre que não é a mãe biológica de seus próprios filhos
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km