Economia

Auxílio Brasil de R$ 400: entenda proposta do governo e entraves

Crédito: Marcos Corrêa/PR

O Auxílio Brasil foi desenhado pela equipe econômica do ministro Paulo Guedes (Crédito: Marcos Corrêa/PR)



O Auxílio Brasil, nome repaginado pelo governo Jair Bolsonaro para o Bolsa Família, seria anunciado no fim da tarde desta terça-feira (19) mas o anúncio foi cancelado pelo próprio presidente da república.

A proposta divulgada pelo governo era repassar parcelas de R$ 400 para 17 milhões de famílias (3 milhões de famílias a mais do que o Bolsa Família) durante todo o ano de 2022.

Seriam gastos R$ 30 bilhões a mais do que o previsto no Orçamento do ano que vem para o Bolsa Família, programa criado no governo Lula, em 2004. A medida, vista pelo mercado como eleitoreira, pretende captar recursos fora do Teto de Gastos, que limita as despesas federais com base na inflação do ano anterior. Isso seria feito passando um benefício contínuo (Bolsa Família) para temporário (Auxílio Brasil). Os benefícios temporários, como o auxílio emergencial, não precisam respeitar o teto de gastos.

+ Auxílio Emergencial: começa amanhã (20) o pagamento da 7ª parcela; veja calendário




O governo chegou a enviar uma Medida Provisória enviada ao Congresso no começo de agosto sobre o Auxílio Brasil. Naquela época, no entanto, os valores orçamentários, que sustentariam o programa, não estavam definidos e a MP ficou parada.

Somente após o aval do Congresso, que terá até dezembro para votar o tema, é que a MP pode virar lei e o governo terá poderes para substituir o Bolsa Família.

O cancelamento do anúncio do programa nesta terça-feira indica que o governo federal foi alertado que a medida poderia ser mal recebida pelo Congresso Nacional. Durante o dia, o mercado também havia reagido mal às informações divulgadas já que o programa aumenta o risco fiscal do país.


De onde vai sair o dinheiro do programa?

Pelo que se sabe do desenho do governo, as 17 milhões de famílias receberão o Auxílio Brasil a um valor de R$ 300 dentro do teto de gastos. Os R$ 100 adicionais serão completados com dinheiro fora do teto (fora do orçamento) e serão tratados como uma espécie de benefício temporário, isentos do cumprimento de regras fiscais.

Até o momento o governo não indicou de onde vai sair todo o dinheiro adicional que vai garantir os R$ 400, mas o aumento nas alíquotas do IOF – que está valendo desde setembro –, a reforma do Imposto de Renda e a PEC dos Precatórios, ambas tramitando no Congresso, devem turbinar o orçamento público e fechar a conta da equipe econômica.

O benefício médio do Bolsa Família é de R$ 189 e para chegar aos R$ 300 dentro do teto o governo vai usar R$ 54 bilhões, segundo se comenta nos bastidores. Com os outros R$ 30 bilhões captados de fora do orçamento, o governo vai repassar R$ 84 bilhões com o programa até o final das eleições de 2022.

Quem vai fazer parte do Auxílio Brasil?

O novo programa deve manter a base de dados do Bolsa Família, com pagamentos para famílias em situação de extrema pobreza. O governo também deve absorver no programa as famílias que estiverem em situação de pobreza desde que tenham, entre os membros, gestantes ou menores de 21 anos.

A faixa de renda considerada para pobreza extrema das famílias é de R$ 89 de renda per capita (por pessoa). No caso da pobreza, a renda mensal varia de R$ 89,01 a R$ 178 por pessoa. Esses critérios, porém, podem ser mudados pelo governo, que ainda não indicou as regras de entrada no programa.

Ainda não se sabe como as pessoas poderão se cadastrar no Auxílio, mas é provável que o governo use a base de dados do Bolsa Família e do Cadastro Único (CadÚnico).

Fim do Auxílio Emergencial

Ventilado pelo presidente Bolsonaro na semana passada, o Auxílio Emergencial pode não ser prorrogado para o ano que vem, principalmente, se o Auxílio Brasil vingar.

Se a expectativa se confirmar, a sétima e última parcela do benefício, que começa a ser repassada nesta quarta-feira (20), será o canto do cisne da medida que evitou um desastre ainda maior na economia durante o período da Covid-19.

Não se sabe o que o governo vai fazer com o contingente de pessoas que estão no Auxílio Emergencial e não atendem os critérios de entrada no Auxílio Brasil.






Tópicos

6ª parcela calendário 7ª parcela calendário auxílio 6ª aparcela auxilio brasil auxílio brasil 2022 auxilio brasil cadastro auxílio brasil como se inscrever? auxilio brasil como vai funcionar? auxilio brasil g1 Auxílio Brasil João Roma Ministro da cidadania auxílio brasil quando começa auxílio brasil quem vai receber Auxílio Brasil valor auxílio calendário 7ª parcela auxílio calendário de saques auxílio emergencial auxílio emergencial 2022 auxilio emergencial consulta auxílio indevido devolução auxílio prorrogação auxílio prorrogado auxílio terá mais parcelas? Bolsa do Povo Bolsa Família bolsa família cadastro bolsa família cadastro único bolsa família cancelado o que fazer Bolsa família consulta bolsa família lista de aprovados 2021 bolsa familia Nis bolsa família valor cadastro bolsa família 2021 online caixa bolsa família caixa libera saque 6ª parcela Calendário 4ª parcela calendário bolsa família 2021 setembro calendário da bolsa família 2020 1 calendário do bolsa família 2018 calendário do bolsa família 2021 Calendário saques 3ªparcela calendário saques 6ª parcela calendário saques auxílio 2021 Calendário saques julho auxílio calendário saques setembro calendários Auxílio Como conseguir o Bolsa Família 2021? como consultar auxílio como consultar dataprev como devolver auxílio como me cadastrar no bolsa família como saber se posso receber prorrogação do auxílio como se inscrever para a prorrogação do auxílio consulta 7ª parcela auxílio 2021 consulta auxílio agosto 2021 consulta dataprev consulta dataprev auxílio consulta dataprev cpf consulta saque 6ª parcela consulta saque auxílio julho cronograma saques 5ª parcela auxílio semana setembro data do bolsa família 2021 Dataprev devolução do auxilio emergencial governo devolução lista beneficiários bolsa família por município Ministério da Cidadania ministério da cidadania bolsa família pagamento do bolsa família 2021 perdas prorrogação auxílio cadastro prorrogação auxílio dataprev prorrogação auxílio G1 prorrogação do auxílio quantas parcelas prorrogação quem pode receber Qual a data da 6 parcela do auxílio? Qual é o novo valor do Bolsa Família? qual o valor das parcelas na prorrogação Qual o valor do Bolsa Família para 2021? Qual o valor do Bolsa Família para quem tem 1 filho 2021? qual sera o valor do auxilio brasil? quando acaba saque 5ª parcela quando começa 5ª parcela quando começa Auxílio Brasil Quando é a 7 parcela do auxílio? Quando posso retirar o dinheiro do auxílio? quantas parcelas faltam auxílio quantos meses prorrogação quem pode sacar auxílio nesta sexta 2 quem precisa devolver auxílio quem recebe hoje auxílio 14 Quem vai fazer parte do Auxílio Brasil? retiradas 6ª parcela retiradas quintaparcela saque quinta parcela sexta parcela saque tabela do bolsa família tabela do bolsa família 2021 vai ter décimo terceiro do bolsa família 2021