Giro

Áustria abre fronteiras para brasileiros; veja regras

Crédito: Marcelo Camargo / Agência Brasil

São permitidos certificados em inglês ou alemão (Crédito: Marcelo Camargo / Agência Brasil)

A Áustria abriu suas fronteiras para turistas brasileiros que apresentarem comprovante de vacinação, teste negativo para Covid-19 e atestado de recuperação da infecção da doença.

Passageiros menores de 12 anos não precisam comprovar vacinação ou realizar exames para entrar no país. Os menores com idade entre 12 e 17 anos não precisam ter sido imunizados, mas devem apresentar testes negativos na chegada à Áustria. As informações são do Uol.



São permitidos certificados em inglês ou alemão que comprovem imunização com as vacinas da Pfizer, AstraZeneca, Janssen, Moderna, Sinopharm e CoronaVac. Pessoas que tomaram doses mistas de vacinas podem entrar no país, porém CoronaVac e Sinopharm são válidas apenas nas fronteiras e não em hotéis e restaurantes.

Covid-19: Brasil registra 13,3 mil casos e 436 mortes em 24 horas

Os certificados de vacina são considerados vigentes por 360 dias a partir da data de aplicação da segunda dose ou dose de reforço. No caso da vacina da Janssen, de dose única, o certificado é válido a partir do 22º dia de imunização por 270 dias.

+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!


A Áustria permite a entrada do viajante até 180 dias após ter sido diagnosticado com Covid-19 se tiver tomado pelo menos uma dose de imunizante. É necessária a apresentação de atestado médico austríaco assinado por profissional de saúde se o atestado médico ou exame originais não estiverem em inglês, ou alemão.

Exames de anticorpos são válidos por até 90 dias como comprovante de infecção. Os comprovantes precisam ser emitidos pelo menos 14 dias após a detecção da doença. O passageiro também precisa estar livre dos sintomas há pelo menos 48 horas para emissão do documento que comprove sua recuperação.


É preciso que um profissional de saúde ateste que o viajante não apresenta risco epidemiológico e, se a documentação estiver insuficiente, o passageiro deverá fazer o PCR no aeroporto. Quem não tiver sido imunizado deverá preencher um formulário para liberação de entrada ainda no Brasil e apresentá-lo na fronteira.

Ao chegar à Áustria, os viajantes deverão apresentar um teste do tipo PCR negativo para a Covid-19 feito até 72 horas antes do desembarque ou um exame de antígeno colhido até 48 horas antes por médicos. Passageiros não vacinados devem cumprir quarentena de 10 dias ou testados no 5º dia para serem liberados do isolamento.

Máscaras N95 são obrigatórias nas cidades austríacas. Cada cidade da Áustria tem seu protocolo sanitário para receber turistas em bares, restaurantes e museus. Comprovantes de vacinação e testes negativos para a covid-19 são exigidos na maioria dos locais. Veja aqui as regras e confira os laboratórios reconhecidos para a realização dos testes.