Giro

Australian Open: tenistas são isolados após contatos com infectados

O novo coronavírus (covid-19) tem sido um grande desafio para os organizadores de grandes eventos esportivos. No Australian Open de tênis, que está marcado para começar no dia 8 de fevereiro, 47 tenistas foram isolados após três pessoas testarem positivo em dois voos que levaram atletas para a competição. A informação foi confirmada neste sábado (16) pela Tennis Australia por meio de comunicado oficial.

Os atletas só poderão deixar os quartos do hotel após 14 dias de isolamento, mediante autorização médica. Ao todo, as duas aeronaves transportavam 143 pessoas para o Australian Open. Apesar de os infectados, necessariamente, não serem atletas, a organização do evento decidiu pelo afastamento deles, já que compartilharam da mesma aeronave. Os aviões saíram da cidade de Los Angeles (Estados Unidos) e de Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos).

A organizadora do evento não confirmou a identidade dos competidores, mas a tenista francesa Alize Cornet, número 53 do mundo, confirmou que está cumprindo quarentena.

Já o uruguaio Pablo Cuevas, número 68 do mundo, lamenta a limitação que terá para se preparar em relação aos concorrentes que não estão confinados.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel