Economia

Auditores fiscais protestam contra demora na regulamentação de bônus


Cerca de 50 auditores fiscais da Receita Federal fizeram uma manifestação no hall de entrada do edifício-sede do Ministério da Fazenda na manhã desta quarta-feira, 21. Eles reclamam da demora de regulamentação de bônus por eficiência a ser pago como acréscimo nos salários da categoria.

O pagamento do bônus entrou em acordo fechado com o governo ainda em 2016 e, desde janeiro do ano passado, os servidores já recebem R$ 3 mil todos os meses a título dessa remuneração. A reclamação, porém, é que, como as metas não foram fixadas até agora, o pagamento está aquém do que deveria ser feito aos auditores com melhor desempenho.

O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, irá receber uma comissão formada por seis membros da diretoria do Sindifisco Nacional. “Além da regulamentação de bônus de eficiência, também cobramos medidas que devolvam autonomia à atividade dos auditores.

Muito da ação da categoria está concentrada em apenas 90 delegados. Mas o mais urgente é mesmo a regulamentação do bônus”, afirmou o presidente do Conselho de Delegados Sindicais do Sindifisco, Kurt Theodor Krause.

Além da paralisação desta quarta, os auditores da Receita já vêm fazendo uma operação padrão nas aduanas desde o fim do ano passado. Ainda em outubro, a categoria se reuniu com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, que prometeu a regulamentação do bônus em até 30 dias. Após esse período, os auditores intensificaram o movimento.