Economia

Ataque hacker não afetou plataforma do Tesouro Direto, diz Ministério da Economia

O Ministério da Economia divulgou nota nesta segunda-feira, 16, para esclarecer que o ataque hacker aos sistemas internos do Tesouro Nacional na última sexta-feira, 13, não afetou a plataforma de negociações do programa Tesouro Direto, operacionalizado pela B3. “As compras e vendas continuam podendo ser realizadas normalmente”, enfatizou a pasta.



O ataque foi identificado na noite de sexta e, de acordo com o Ministério, medidas de contenção foram aplicadas e a Polícia Federal, acionada.

Durante o fim de semana, a Economia já havia afirmado que a ação não gerou danos aos sistemas estruturantes, como o Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi) e os relacionados à Dívida Pública.

O ataque na rede interna da secretaria foi identificado como ransomware, ou seja, quando há bloqueio a partir da inserção de código, programa ou software nocivo que restringe o acesso ao sistema infectado. Nestes casos, geralmente é solicitado o pagamento de um resgate para que o acesso seja restabelecido.

O pagamento quase sempre é cobrado por meio de criptomoedas, que são recursos financeiros digitais anônimos.




Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?