Ciência

AstraZeneca e Rússia anunciam testes clínicos conjuntos de suas vacinas

Crédito: AFP/Arquivos

A vacina russa está na fase 3 de testes, mas já começou a ser oferecida a uma parte da população (Crédito: AFP/Arquivos)

O laboratório britânico AstraZeneca e a Rússia anunciaram nesta sexta-feira testes clínicos conjuntos que combinam suas duas vacinas contra o novo coronavírus.

“Anunciamos um programa de testes clínicos para avaliar a segurança a imunogenicidade da combinação da ASD1222, desenvolvida pela AstraZeneca e a Universidade de Oxford, e Sputnik V, desenvolvida pelo instituto de pesquisa Gamaleya”, anunciou a unidade da AstraZeneca na Rússia em um comunicado.

Sanofi e GlaxoSmithKline relatam atraso em programa de vacina para covid-19

Antes da covid-19, sete doenças mortais a cada 10 eram não transmissíveis (OMS)



Os testes incluirão voluntários com mais de 18 anos.

As duas vacinas usam adenovírus.

Em um comunicado publicado nesta sexta-feira, o Fundo Soberano Russo, que participa no desenvolvimento da vacina, afirma que propôs em novembro a AstraZeneca o uso de um dos dois componentes da vacina Sputnik V.

“A AstraZeneca aceitou a proposta (…) de usar um dos dois vetores da vacina Sputnik V nos testes clínicos adicionais de sua própria vacina, que começarão antes do fim do ano”, indicou o fundo soberano.

“As combinações das diferentes vacinas contra a covid-19 podem ser una etapa importante para criar uma proteção maior”, afirmou a AstraZeneca, explicando que ao unir duas pesquisas é possível obter uma “resposta imunológica melhor”.

A Rússia afirmou que sua vacina tem eficácia de 95%. Atualmente está na fase 3 de testes clínicos em 40.000 voluntários. O país iniciou na semana passada a vacinação em parte da população.

A AstraZeneca e a Universidade de Oxford anunciaram que sua vacina tem eficácia de 70% em média.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel