Giro

Asteroide de grandes dimensões passa pela Terra na próxima semana

Crédito: Reprodução/NASA

Sua trajetória é estudada pelos cientistas, na próxima semana fará a sua passagem mais próxima da Terra dos próximos 200 anos. (Crédito: Reprodução/NASA)

Esse asteroide é um velho conhecido dos astrônomos, que há quase 20 anos estudam sua rota e, como tal, sabem com precisão por onde vai passar, um mapa útil para quem quiser pegar no telescópio e tentar a observação.
Chama-se (7482) 1994 PC1 e, como o nome indica, foi catalogado pelos cientistas no início da década de 90, embora a confirmação de dados tenha permitido apurar que há registos de observação já na década de 70. Desde então a sua trajetória é estudada pelos cientistas, o que permite calcular com segurança o percurso exato que fará na próxima semana, quando fará a sua passagem mais próxima da Terra dos próximos 200 anos.

A passagem pela Terra vai acontecer em 18 de janeiro, e se prolongará pela madrugadada de dia 19, dia em que este pequeno gigante dos céus, com quase mil metros – o equivalente a duas vezes e meia a altura do Empire State Building – passará a 1,9 milhões de quilômetros da Terra, pouco mais de cinco vezes a distância entre a Terra e a Lua. Nesta passagem pela Terra o asteroide 7482 desloca-se a uma velocidade de cerca de 70 quilômetros/hora.



Pelo tamanho e proximidade da Terra, o (7482) 1994 PC1 foi classificado, desde a descoberta, como um asteroide potencialmente perigoso e como tal tem sido monitorado pelos cientistas, que estudaram em detalhe a sua rota nos anos seguintes. Afinal, um asteroide destas dimensões apenas se aproxima assim da Terra a cada 600 mil anos.

A boa notícia, para os fãs do espaço com equipamento de observação amador, é que a passagem do (7482) 1994 PC1 poderá ser observada. Vai aparecer no céu como um ponto de luz, semelhante ao de uma estrela, a brilhar com uma magnitude 10, observável com telescópios de seis polegadas ou superiores, segundo Eddie Irizarry, da Sociedade de Astronomia do Caribe.



+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!



Tópicos

agência espacial americana aniversário ariane 5 artemis 1 Artemis 3 atmosfera Centro Espacial Kennedy da Nasa Como é a superfície de Marte Como é Marte Como é o clima em Marte? Como é o solo em marte Como são feitas as imagens do Hubble? Como ver imagens do espaço ao vivo? Como ver imagens do telescópio Hubble? Corrida Espacial de onde vem os ovnis Disco voador Edifício de Montagem de Veículos espaço esppaço estação espacial EUA Existe vida em outro planeta? exploração espacial foto de marte foto de planeta fotografia galáxias HUBBLE James Web por que é importante? James Webb James Webb o que é? James Webb quanto custou? James Webb significado do nome levar humanos à Lua luzes Marte marte características marte curiosidades marte deus marte temperatura missão tripulada Nasa Nasa nasa ao vivo O que a NASA criou? O que é preciso para entrar na Nasa? O que é um telescópio espacial? O que o telescópio Hubble descobriu? O que quer dizer NASA? o que se sabe sobre marte o que tem em marte? O que tem na superfície de Marte? O que tem no solo de Marte? Onde está o telescópio Hubble? Onde está o telescópio Kepler? ovni planeta planeta vermelho Por que Marte tem estações do ano? programa lunar Artemis Quais foram as descobertas feitas por Edwin Hubble? Quais foram as principais descobertas concebidas através do telescópio Hubble? Quais foram as principais descobertas do telescópio Hubble? Quais são as dimensões do telescópio Hubble? Quais são as particularidades de Marte? Qual a distância máxima que um telescópio pode ver? Qual é a galaxia que o telescópio Hubble continua explorando? Qual é o nome do tipo de foguete que colocou o telescópio espacial em órbita? Qual é o objetivo da NASA? qual pais mais avista ovni qual tamanho de um disco voador Sistema de Lançamento Espacial sistema solar solo de Marte tecnologia telescópio telescópio espacial telescopio hubble Tem algum satélite em Marte? Universidade do Arizona viagem tripulada a Marte volta da humanidade à Lua