Finanças

Ásia: bolsas fecham majoritariamente em alta, após indicadores chineses positivos

Crédito: AFP/Arquivos

O índice Nikkei caiu 0,44% em Tóquio, a 23.454,89 pontos (Crédito: AFP/Arquivos)

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta terça-feira, 15, após indicadores chineses melhores do que o esperado mostrarem que a segunda maior economia do mundo continua se recuperando do impacto da pandemia de coronavírus. Na China continental, o índice Xangai Composto subiu 0,51% hoje, a 3.295,68 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,74%, a 2.205,36 pontos.

Dados oficiais publicados durante a madrugada mostraram que a produção industrial chinesa teve expansão anual de 5,6% em agosto, maior do que acréscimo de 4,8% visto em julho e acima das expectativas de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam alta de 5,2%.

+ China: PBoC injeta equivalente a US$ 88 bi, com juro de crédito mantido em 2,95%
+ EUA ‘impedirá’ que Irã compre armas russas e chinesas, diz Pompeo

Além disso, as vendas no varejo da China tiveram o primeiro resultado positivo deste ano no mês passado, com avanço de 0,5% em relação a agosto de 2019. Neste caso, o consenso dos economistas era de aumento de 0,1%.

Já no setor imobiliário, as vendas de moradias na China tiveram expansão anual de 4,1% entre janeiro e agosto, mostrando forte aceleração ante o ganho de 0,4% acumulado até julho. Os investimentos em ativos fixos, por sua vez, diminuíram 0,3% nos primeiros oito meses de 2020 ante igual período do ano passado, vindo em linha com o esperado.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng se valorizou 0,38% em Hong Kong nesta terça, a 24.732,76 pontos, o sul-coreano Kospi avançou 0,65% em Seul, a 2.443,58 pontos, em seu quarto pregão seguido de ganhos, e o Taiex registrou alta de 0,45% em Taiwan, a 12.845,65 pontos.

A exceção foi o mercado japonês, que ficou no vermelho com o fraco desempenho de ações de siderúrgicas e do setor de eletrônicos. O Nikkei caiu 0,44% em Tóquio, a 23.454,89 pontos. O banco central japonês (BoJ) anuncia decisão de política monetária nesta semana, mas não há expectativa de novas medidas.

Na Oceania, a bolsa australiana encerrou a sessão em baixa marginal, após o BC da Austrália (RBA) sinalizar em ata que não terá pressa de relaxar ainda mais sua política monetária já bastante acomodatícia. O S&P/ASX recuou 0,08% em Sydney, a 5.894,80 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires).

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?