Ascensão paranaense

Ascensão paranaense

Justina e Ambrósio Fardo, na vinícola que leva o sobrenome da família, em Quatro Barras (PR)

Na caprichada edição 2020/2021 do guia Baco Wine Report, o diretor Sérgio Queiroz, conhecido por organizar a Grande Prova de Vinhos do Brasil, assina uma reportagem intitulada “O renascimento da vinicultura no Paraná”. O texto destaca a Revitis, recente iniciativa do governo estadual para estimular a indústria do vinho, que teve se apogeu por lá há quase meio século – antes de entrar em um longo período de hibernação.

Embora iniciativas isoladas para produzir vinhos de qualidade no Paraná tenham aparecido nas últimas décadas – um bom exemplo é a Vinícola Dezem, de Toledo – a retomada da vitivinicultura paranaense começou a ganhar corpo em 2016, com a criação da Vinopar, associação que reúne produtores de todo estado. Ela é capitaneada por Renato Adur, sócio da Vinícola Araucária, que conquistou o prêmio de Vinícola Revelação na Grande Prova de Vinhos do Brasil em 2020. Nada menos que cinco de seus rótulos receberam 90 pontos ou mais dos jurados. O Angustifólia Reserva safra 2012 foi eleito campeão nacional na categoria cabernet sauvignon, com 93 pontos.

O justo reconhecimento à qualidade dos vinhos da Araucária se soma a outras conquistas recentes. Instalada à beira da rodovia BR 116, em Quatro Barras, a vinícola Família Fardo também tem merecido premiações importantes. Seu chardonnay vinificado em barrica conquistou medalha de Ouro no 10º Brazil Wine Challenge, promovido pela Associação Brasileira de Enologia (ABE), em outubro, em Bento Gonçalves (RS).

Os rótulos da Família Fardo ainda não têm distribuição nacional e por isso é difícil encontrá-los fora da própria vinícola. O empreendimento chama a atenção pelo “château” construído em pedra basáltica. Voltado para o enoturismo, o local oferece dois programas de degustação. Na breve visita realizada no sábado (2), durante o retorno de uma viagem de carro a Santa Catarina, pude comprovar como seus vinhos são bem feitos. Recebido por dona Justina, esposa de Ambrósio, o visionário criador da vinícola, conheci um pouco da história do casal de gaúchos que se firmou no Paraná e elabora vinhos só com uvas compradas de outros produtores.

O chardonnay 2018 é bastante complexo, combinando boa acidez e untuosidade. Mas o destaque é sem dúvida o tinto Encontro Harmonia, corte três castas (cabernet sauvigon, merlot e tannat), de três regiões e safras distintas. Um grande rótulo vendido a R$ 70 e que ainda aguarda ser descoberto pelos brasileiros.

Chardonnay
O chardonnay que conquistou medalha de ouro no Brazil Wine Challange 2020

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel


Sobre o autor

Celso Masson, 53, é jornalista, diretor de núcleo da Editora Três, winemaker e palestrante de vinhos. Nos últimos dez anos, vem estudando e acompanhando a produção, os negócios e os prazeres do mundo da enologia. Se formou winemaker após integrar um exigente programa oferecido pela Escola do Vinho Miolo. Já tem três rótulos produzidos em parceria com a inovadora vinícola brasileira.


Mais posts

Petit manseng, a cara do verão

Entramos em dezembro. As altas temperaturas já começam a mudar as escolhas do que vamos verter na taça. O calor, é claro, pede bebidas refrescantes. Ainda que os tintos possam ser abertos com grande entusiasmo (especialmente no jantar), rosés e brancos passam a disputar preferências. E é exatamente nesses dois estilos que a linha Marie […]

O revolucionário Novo Chile e seus vinhos em “escala humana”

Assim como tem ocorrido em outras partes do mundo, a viticultura no Chile vem evoluindo de forma rápida e com resultados [...]

A “Safra das Safras”, enfim nas taças de quem conhece

Se a pandemia transformou o mercado de vinhos no Brasil, com um aumento no consumo estimado em 32% (na comparação de janeiro a agosto [...]

Vinhos de Portugal seguem em alta no Brasil

Mal terminou o primeiro Festival Vinhos de Portugal, que entre os dias 23 de outubro e 1º de novembro envolveu 2,5 mil lojas de 18 [...]

Uma Grande Medalha de Ouro entre 77 vinhos provados em dois dias

Quando ocupei meu lugar como jurado à mesa do 10 o Brazil Wine Challenge, em Bento Gonçalves, na manhã da quarta-feira (14), um terço [...]
Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.