Tecnologia

As 14 mais curiosas inovações da CES 2022

Durante três dias, as maiores empresas do mundo e startups apresentaram seus novos produtos no pavilhão do Las Vegas Convention Center. DINHEIRO seleciona excentricidades e reais invenções que podem mudar nosso futuro.

Crédito: Divulgação

A feira de inovação CES 2022, ou Consumer Electronics Show, já tem mais de 50 anos nos Estados Unidos e enfrentou o revés de uma nova onda de Covid-19, que fez com que empresas como Amazon, Meta e Microsoft cancelassem suas apresentações presenciais. Mas seus produtos já estavam na manga, foram apresentados e ganharam repercussão. DINHEIRO selecionou algumas delas por sua curiosidade, comentários e real inovação. Muitos projetos ainda estão em fase de captação, como um comedor digital para pássaros, ou outros ainda mirando o futuro, como a Sony entrar no mercado de carros elétricos. A vontade de transformar toda nossa casa em interativa e digital continua, mas esbarrando na impossibilidade de interligar marcas diferentes — embora a pia e a torneira inteligentes da Kohler, que sincronizam água e escoagem, por US$ 2,7 mil, sejam muito interessantes. Foram três dias em Las Vegas, com 2,3 mil exibidores e mais de 800 startups. Confira…

BMW: que cor você quer?

De perto, você consegue ver triângulos geométricos levemente impressos na lataria, como fios de cabelo, mas poder ter um carro que num dia é branco, e no outro, em que o clima do proprietário está soturno, mais para o preto, não tem preço. Aliás, a BMW IX Flow terá preço, sim, e claramente alto. Uma das atrações mais comentadas da CES 2022 foi justamente o veículo com microcápsulas com pigmentos negativamente carregados de branco, e positivamente carregados de preto. Com um apertar de botão ele vai do tom mais escuro para o mais claro (e tons intermediários) e até fica mudando desenhos enquanto você guia. Um carnaval em P&B. Existe até a desculpa ecológica que a mudança de cor ajuda a regular o ar-condicionado, de acordo com a temperatura externa.

TRATOR ROBÔ

Divulgação

Mesmo quem não mora em uma fazenda, mas conhece a marca, gostaria de ter um trator verde e amarelo da tradicional empresa americana John Deere. Mesmo que seja para só olhar ele fazer, sozinho, o trabalho na lavoura. Sim, essa é a meta da empresa: você monitorar essas enormes máquinas sentado numa sombra, com seu celular. O 8R se dirige sozinho, usando câmeras estéreo (ou seja, para a esquerda e direita), com a já famigerada Inteligência Artificial no software, e um mapa e GPS funcionando plenamente. Como muitos veículos, depois de repetir a rota, sua AI aprende e otimiza as funções, seja ela arar ou jogar sementes. O protótipo terá “irmãos” comerciais no final do ano.

A GUITARRA DA SAMSUNG: SIGA AS BOLINHAS!

Divulgação

A Samsung não está reinventando a roda, ou melhor, a guitarra. Ela já existe e até mesmo na forma que apresentou sua Samsung ZamString, um instrumento que tem o braço e a escala com marcações luminosas embaixo de cada corda e traste e que acendem conforme uma música, ou um solo, facilitando o reconhecimento imediato de acordes e frases. A “re-inovação” é parte do laboratório criativo da sul-coreana, que terá uma plataforma digital para compartilhar músicas, reeditar e melhorar partes gravadas e facilitar a vida tanto para o iniciante quanto para o profissional. Os tradicionalistas podem torcer o nariz, mas que ajuda, ajuda.

SONY FLERTA COM O MERCADO DE ELÉTRICOS

Divulgação

Uma das poucas empresas que estiveram presencialmente na feira foi a Sony. O mercado de carros elétricos é um dos mais efervescentes e um futuro certo — e a Sony, depois de em 2020 apresentar seu carro conceitual elétrico Vision-S, veio com uma SUV para sete passageiros e papo de que estão avaliando a possibilidade de ir além do conceitual. Todo o carro, 360 graus, é monitorado por seus sistemas e sensores, permitindo mudança de faixa autônoma, estacionamento sozinho. Como todas as maluquices estão permitidas em um carro conceitual, ele até lê lábios para comandos de voz quando o barulho interno está muito alto e os sensores não ouvem nada.

COLEIRA GPS + CACHORRO QUE CHUPA O DEDO

Uma coisa é seu cachorro fugir, outra é ele ter um rastreador ­— e outra ainda é ele estar embutido em uma coleira que tem algoritmos criados por Inteligência Artificial e que monitoram os sinais vitais de seu pet. A charmosa Invoxia tem isso, usa um GPS e tudo pode ser visto em seu celular. Outra curiosidade pet apresentada na CES 2022, mas de pelúcia, e absolutamente “disruptiva”, é o gatinho-cachorrinho Amagami Ham Ham. Ele só faz uma coisa: você coloca o dedo em sua boca e ele chupa. Segundo os japoneses que o inventaram, isso dá conforto e ajuda no psicológico dos “donos”. OK, então…

SMART-WATCH REFINADO

Divulgação

Temos relógios também na CES 2022. O Falster Gen 6, da Skagen (submarca da Fossil), ganhou uma nova versão, melhorando seu já belo e premiado smart-design. Ele usa a plataforma Qualcomm Snapdragon Wear 4100+, tem bateria mais eficiente e carregável mais rapidamente e com o Google Assistant ele vira mais do que só um simples relógio, monitorando suas funções, agenda e mostrando — sem você pedir — frases de autoajuda para melhorar seu dia. Por US$ 295.

UM TREMENDO PROJETOR 4K

Divulgação

Os projetores definitivamente não morreram, pois muitas empresas estão lançando produtos com resolução 4K e mais. O refinado e discreto PXI Pro Hisense fica embaixo da tela e projeta desta maneira, ao contrário dos que ficam pendurados ou em uma mesa no meio da sala. Você pode colocar uma tela para receber as imagens ou simplesmente apontar para a parede e conseguir uma imagem de até 3 metros de largura, nos tais 4K e com velocidade de 60Hz, para os fanáticos em games que não gostam de ver cenas rápidas borradas. O preço é do tamanho dele: US$ 4 mil.

BELOS FONES, EM BELAS CORES

Divulgação

A ideia dos fones de ouvido wireless da JLab Go Air Tones é oferecer vários tons de pele, do bege claro, passando por outras nuances, até chegar ao marrom escuro, para que eles desapareçam no seu ouvido. Eles aguentam oito horas com sua bateria e tem uma resistência IPX4 contra água e suor como as do mais caro AirPod da Apple, mas bem mais em conta: ele custa só US$ 20.

COMEDOR DIGITAL PARA PÁSSAROS

Divulgação

Beija-flor e outros pássaros vão adorar — e sua varanda ficará um charme com o Bird Buddy, um comedor inteligente que vem em amarelo e azul. Ele avisa quando a comida está acabando, mas o que o faz smart é o fato de avisar quando o visitante chega, ter um reconhecimento sonoro e visual da ave entre milhares de espécies — e clicar uma foto, caso tenha perdido o aviso no celular. Com um pequeno upgrade, dá para conectar um teto com painéis solares. Por US$ 200.

CORRA, VOCÊ ESTÁ AO AR LIVRE, ACREDITE!

Divulgação

A ideia foi a LG mostrar suas telas OLEDs flexíveis — e que flexibilidade! Se fazer exercícios em frente a uma TV ou tablet já é mais agradável, que tal juntar três telas à frente de uma bicicleta ergonométrica até o topo da sua cabeça? O raio é de 500mm, ou 500R, na linguagem técnica — a curvatura mais radical do mercado, segundo a inventora. Com a imagem contínua, a sensação é de maior imersão, pelo menos na teoria. Mas não vai bastar ter feito as telas: filmes próprios nesse formato precisarão ser produzidos. A depender da LG, ela aposta que isso pegará e bem.

COMO SERÁ TER UM SMART EYES?

Enquanto alguns estão atrás de óculos, sejam eles os que englobam toda a sua cabeça ou apenas a frente, a Mojo Vision continua desenvolvendo lentes de contato smart. A ficção científica ainda está em estágio evolutivo — se os óculos mexem com a capacidade sensorial do ser humano, imagina algo já embutido na visão. Com mais de dois anos de experimentação, a empresa agora está apontando para o setor fitness, com parcerias com a Adidas, por exemplo. A ideia é o atleta ver dados em tempo real enquanto pratica o esporte, sem precisar olhar para um relógio ou algo assim.

DRONE AUTÔNOMO

Divulgação

Tudo tem Inteligência Artificial. Até o drone da americana Skydio, batizado de 2+. Ele
pode ser pilotado autonomamente, mas a ideia não é exatamente essa, pois uma das graças do piloto é justamente guiar o quadcopter pelo céu. O assistente chama-se KeyFrame e ele existe mais para facilitar o voo enquanto a pessoa embaixo foca em filmar o que quer. Assim, traçados complexos são feitos de forma suave e as imagens vêm mais interessantes. Tudo é adaptado de tecnologias já usadas militarmente, claro.
O preço será perto de US$ 1 mil.

NOTEBOOK DOBRÁVEL

Divulgação

Dá um certo medo de quebrar, mas dobrar a tela de um notebook tem uma sensação de se estar em uma cena do filme Blade Runner (1982), que adiantou muitas invenções. A Asus e seu Zenbook 17 Fold tem uma tela dessa dimensão, 17 polegadas, touchscreen com Windows e display de 2.5K. Ele pode servir como um tablet, dobrado com teclado na parte debaixo ou em pé como um monitor. O objeto de desejo ainda não tem preço definido e deve ser lançado na segunda metade de 2022.