Economia

Arrecadação de março foi parcialmente afetada pela covid-19, diz Malaquias


O chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros da Receita Federal, Claudemir Malaquias disse nesta quinta-feira, 2, que a arrecadação de março corresponde a fatos geradores de fevereiro e de março, por isso deve ter havido apenas um impacto parcial da pandemia do novo coronavírus no recolhimento de tributos do mês passado.

“Todos estamos acompanhando e atualizamos expectativas para a arrecadação. Todos os impactos da pandemia estão sendo trazidos para o modelo de projeção, mas ainda não se tem a dimensão dos impactos da covid-19 na atividade econômica. Ainda não temos elementos para cravar um número para o ano de 2020”, alegou. “A disseminação do novo coronavírus ainda impede o fechamento de qualquer raciocínio sobre os impactos”, completou.

Malaquias respondeu ainda que o atraso na divulgação do resultado da arrecadação de fevereiro se deveu justamente ao acúmulo de demandas e tarefas na Receita Federal para prestar assessoramento às autoridades que tomam medias no enfrentamento à pandemia.