Economia

Argentina vai esperar aprovação do Brasil para comercializar trigo transgênico

Argentina vai esperar aprovação do Brasil para comercializar trigo transgênico

Campo de trigo na província de Buenos Aires, em outubro de 2015 - AFP/Arquivos

A Argentina deve aguardar a aprovação do Brasil para a importação do trigo geneticamente modificado antes de iniciar sua comercialização, o que já foi avalizado pelo governo – informa nesta sexta-feira (9) uma resolução publicada no Diário Oficial da União.

Um dos principais exportadores de alimentos do mundo, a Argentina é o primeiro país a permitir a comercialização de trigo transgênico.

A autorização foi concedida após o Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar ter determinado que “não foram constatadas objeções científicas à sua aprovação do ponto de vista da adequação alimentar humana e animal”, segundo o Diário Oficial da União.

A empresa Instituto de Agrobiotecnología Rosario, do grupo Bioceres, “deve se abster”, porém, de comercializar o trigo transgênico que desenvolveu “até obter a licença de importação na República Federativa do Brasil”, afirma a resolução, em que a autorização também foi estabelecida para a venda do cereal.

A Argentina é o quarto exportador mundial de trigo, e o Brasil representa seu principal mercado.

Em 2019, 45% das 11,3 milhões de toneladas de trigo exportadas pela Argentina foram vendidas para o Brasil.

Outros destinos do cereal argentino são Indonésia, Chile e Quênia.

A variedade deste trigo transgênico, batizado de “HB4”, resistente à seca, foi desenvolvida pela empresa argentina de biotecnologia Bioceres, em colaboração com a Universidade Nacional do Litoral e o Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel