Agronegócio

Aquisição de couro sobe 1,0% no 2º trimestre ante 2º tri de 2018, diz IBGE

Rio, 12 – Os curtumes brasileiros adquiriram 8,39 milhões de peças inteiras de couro no segundo trimestre de 2019, uma queda de 0,9% em relação ao trimestre imediatamente anterior, segundo os dados das Pesquisas Trimestrais do Abate de Animais, do Leite, do Couro e da Produção de Ovos de Galinha, divulgados nesta quinta-feira, 12, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na comparação com o segundo trimestre de 2018, porém, houve crescimento de 1,0%, 81,77 mil peças a mais. A pesquisa investiga apenas os curtumes que efetuam curtimento de, pelo menos, 5 mil unidades inteiras de couro cru bovino por ano.

Os destaques positivos, em números absolutos, foram Mato Grosso do Sul (+132,44 mil peças), Rondônia (+119,54 mil peças) e Mato Grosso (+77,91 mil peças). As maiores reduções ocorreram no Rio Grande do Sul (-94,80 mil peças) e Pará (-91,75 mil peças).

O Estado de Mato Grosso manteve a liderança na aquisição de peças de couro cru, com 16,5% da participação nacional, seguido por Mato Grosso do Sul (14,5%) e São Paulo (12,0%).