Giro

Aquecimento dos oceanos: algas marinhas desapareceram quase por completo

Crédito: Reprodução/Pexels

Ao longo de 350 quilômetros da costa dos Estados Unidos, desde 2014 a 2016 foram perdidos 95% de floresta de algas marinhas. (Crédito: Reprodução/Pexels)

As alterações climáticas estão causando grandes impactos em todo o mundo, inclusive nos oceanos. Um novo estudo da Universidade da Califórnia em Santa Cruz, nos Estados Unidos da América, retrata uma mudança ocorrida no norte da Califórnia.

Ao longo de 350 quilômetros da costa, desde 2014 a 2016 foram perdidos 95% de floresta de algas marinhas. Este fenômeno trouxe “consequências devastadoras para as comunidades, economias e pescarias” locais, explicam no artigo.

+ Porque o primeiro choro é tão importante para a saúde do bebê?

Além do aquecimento dos oceanos e do El Niño, a equipe aponta também para outro evento que contribuiu para a diminuição dos predadores na mesma zona: uma doença que levou à perda das populações de estrela-do-mar-girassol. Sendo este predador essencial para o equilíbrio do ecossistema, o seu desaparecimento resultou no aumento de ouriços-do-mar que, por sua vez, levaram à destruição das algas.

Como resultado, as florestas de algas não foram capazes de resistir aos efeitos da onda de calor marinha e ao evento El Niño combinados com o desaparecimento de ouriços-do-mar.

C0ntudo, ainda existe esperança, revelam os pesquisadores. Este ano, estamos finalmente vendo as emperaturas do oceano a começar a esfriar, por isso espera-se qie isto se reverta naturalmente e que as algas consigam desenvolver-se novamente.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel