APPS: os novos refugiados

APPS: os novos refugiados

Pode-se dizer que os aplicativos são os novos refugiados. Ou presos políticos. Pelo menos os chineses, que começam a ser banidos além dos Estados Unidos. Desta vez, na Índia.

O país proibiu 43 apps da China, incluindo alguns dos principais serviços de compras do Alibaba Group. Agora, já são mais de 200 serviços interditados. A ação mirou no e-commerce.

Aliexpress, um dos maiores shoppings para compradores no exterior, e Taobao Live, mercado baseado em vídeo, foram duas das marcas do Alibaba Group na mira da ação da Índia. O país já havia proibido campeões globais como o TikTok. O governo disse que as proibições são do interesse da segurança nacional.

(Nota publicada na edição 1199 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel


Mais posts

E-commerce: foco será a segurança

Para Andréa Fernandes, CEO do Movimento Compre & Confie, depois da temporada de mergulho no e-commerce, que foi o ano de 2020, o momento agora será de ampliar cuidados com a segurança. “Nosso papel é fazer com que os brasileiros se sintam cada vez mais confiantes em relação ao e-commerce”, afirmou. O Compre & Confie […]

Google chinês mira em carro elétrico

Equivalente ao Google chinês, o gigante de buscas Baidu, cujo CEO e cofundador é Robin Li (foto), informou na segunda-feira (11) que [...]

Burger King: cara de passado para encarar o futuro

Trata-se do primeiro grande redesenho da marca em 20 anos. A rede global de fast food Burger King, fundada em 1954, chega a 2021 de [...]

Top tendências para 2021

Estudo global feito pelo Instituto dos Engenheiros Eletrônicos e Eletricistas (IEEE) com 350 Chief Information Officers (CIOs) e Chief [...]

CIA muda logo e site de olho em millenials

Recrutar a nova geração. Está muito claro o motivo por trás da reformulação do logotipo e do website da CIA, a agência americana de [...]
Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.