Economia

Apple se torna a primeira empresa dos EUA a valer US$ 2 trilhões na bolsa

Apple se torna a primeira empresa dos EUA a valer US$ 2 trilhões na bolsa

Apple é a primeira empresa dos EUA a valer mais de US$ 2 trilhões na bolsa - AFP/Arquivos

A gigante da informática Apple se tornou, nesta quarta-feira (19), a primeira empresa dos Estados Unidos a valer mais de 2 trilhões de dólares na Bolsa de Nova York.

O grupo foi o primeiro a passar a faixa do um trilhão de dólares de capitalização de mercado em Wall Street em 2018. Desde então, foi seguido pela Amazon, Microsoft e Alphabet, a matriz do Google.

Com esse novo recorde, a empresa dobrou de valor em apenas dois anos.

O grupo liderado por Tim Cook acompanhou a gigante do petróleo saudita Aramco, que em dezembro de 2019 se tornou a primeira empresa do mundo a superar os US$ 2 trilhões em valor de mercado. Mas já foi superada pela Apple.

A marca viu seus resultados aumentarem graças ao confinamento pela pandemia de coronavírus.

No segundo trimestre, a fabricante de iPhones faturou mais de 60 bilhões de dólares e obteve mais de 11 bilhões de dólares em lucro líquido.

Sua ação subiu quase 60% desde o início do ano.

A Apple atingiu os 2 trilhões de dólares em capitalização de mercado quando o preço de suas ações ultrapassou os 467,77 dólares, antes das 12h00 desta quarta-feira (horário de Brasília). O grupo possui pouco mais de 4.275 milhões de ações.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel