Apple põe tecnologia ‘de lado’ para ser Netflix

Apple põe tecnologia ‘de lado’ para ser Netflix

Na segunda-feira 25 a Apple vai deixar de ser (apenas) uma gigante da tecnologia e, simbolicamente, começará a se transformar numa empresa produtora de conteúdo. Os 1.000 lugares do Steve Jobs Theatre, em Cupertino (Califórnia), serão ocupados por diretores de cinema, atores da primeira linha, produtores e tudo o que há de mais hollywoodiano. Eles estarão lá para ouvir o CEO Tim Cook falar do serviço de streaming da empresa, que estreará até o fim do ano. Sim, a Apple começa – de forma tardia, mas em grande estilo – a ser a Netflix, e concorrer com serviços já existentes de Amazon, HBO, Hulu e mais os que chegarão, de Disney e Warner.

Seu investimento já ultrapassa US$ 1 bilhão. Como descreveu o The New York Times, não é a Apple que está chegando a Hollywood, mas Hollywood que está indo para a Apple. A empresa nunca precisou de estrelas antes, quando vivia de vender dispositivos, mas precisa delas agora, quando precisa oferecer conteúdo. Por isso seu cast inclui nomes reluzentes como Jennifer Aniston, Reese Witherspoon, J.J. Abrams e Steven Spielberg. No cardápio haverá mais conteúdo próprio, mas também de terceiros. Foram costuradas parcerias com HBO, Starz e Showtime – nesta semana, o CEO da Netflix, Reed Hastings, disse que não fará parte do serviço da Apple.

(Nota publicada na Edição 1113 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel


Mais posts

Teste: quem é o idiota?

Opção A) Alguém que faz negócios com a China. Opção B) Alguém que briga com a China. Elon Musk – o cara mais rico do planeta – escolheu a primeira alternativa. A Tesla, empresa de veículos elétricos fundada por ele, informou na segunda-feira (18) que começou a entregar seus utilitários esportivos Modelo Y, fabricados em […]

Banir o extremista é antidemocrático?

Aparentemente não. Vetar o hoje bozo global Donald Trump no Twitter e em outras plataformas de redes sociais parece ter sido eficaz em [...]

Ranking de servidores seguros

Aqueles que usam tecnologia de criptografia para transações na internet (para cada 1 milhão de habitantes). Fabio X (Nota publicada na [...]

Lição de inovação na nova Champs-Élysées

Inovar e ser disruptivo serão nossos mantras eternos, independentemente da área de atuação. No mundo do urbanismo e da reconfiguração [...]

WhatsApp recua e alavanca concorrentes

Protestar em redes cada vez mais tem seus efeitos. O WhatsApp, por exemplo, sentiu o golpe. Depois de informar que mudaria sua política [...]
Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.