Tecnologia

Apple faz atualização de emergência contra programa espião de Israel

Crédito: Pixabay

O programa malicioso não induz o usuário a clicar em um link que infecta o sistema (Crédito: Pixabay)

A Apple liberou, nesta segunda-feira (13), uma atualização de emergência no software dos dispositivos iPhones, iPads, Apple Watches e computadores para proteger os usuários de um programa espião.

O programa malicioso não induz o usuário a clicar em um link que infecta o sistema.  É zero clique, o mais avançado meio de espionagem virtual atualmente.

O supergrampo é capaz de infectar secretamente dispositivos eletrônicos, gravar o conteúdo dos aparelhos e até mesmo ativar microfones e câmeras.

iPhone 13: veja como assistir o evento de lançamento da Apple



Em julho, um consórcio de jornalistas coordenado pela Organização não Governamental Anistia Internacional mostrou uma lista de 50 mil possíveis vítimas de espionagem por um programa desenvolvido por uma empresa israelense chamada NSO Group.

De acordo com o portal Metropoles, o programa Pegasus é oferecido pela empresa, em princípio, a governos, para ser usado conforme as legislações de cada país.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago