Newsletter

Apple exigirá comprovante de vacinação contra Covid-19 de funcionários, diz The Verge

Crédito: REUTERS/Kevin Coombs

Imagem de pedestre é refletida em logo da Apple em loja de San Francisco, nos EUA (Crédito: REUTERS/Kevin Coombs)

(Reuters) – A Apple exigirá que funcionários de varejo e corporativos forneçam comprovantes de vacina contra a Covid-19, informou o portal de notícias The Verge neste sábado, citando um e-mail interno.

A partir de 24 de janeiro, funcionários não vacinados ou aqueles que não enviaram comprovante de vacinação precisarão de testes negativos de Covid-19 para entrar nos locais de trabalho da Apple, segundo o relatório. O The Verge disse que não ficou imediatamente claro se o requisito de teste se aplica a funcionários corporativos e de varejo.



+ Novo Apple Watch pode chegar sem sensor de medição de temperatura corporal

“Devido à diminuição da eficácia da série primária de vacinas Covid-19 e ao surgimento de variantes altamente transmissíveis, como Ômicron, uma dose de reforço agora faz parte da atualização da vacinação contra Covid-19 para proteger contra doenças graves”, disse o comunicado, de acordo com The Verge.

A Apple não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!


Muitas empresas nos EUA vêm fortalecendo suas regras contra Covid-19, obrigando a vacinação e adiando os planos de retorno ao escritório, pois a variante Ômicron aumenta as infecções em todo o país. A Meta Platforms, o Google da Alphabet , a Amazon.com foram algumas das companhias que adotaram medidas recentes.