Giro

Apple exige que os funcionários mostrem comprovativo de vacina de reforço

Crédito: Reprodução/Divulgação

A Apple enviou um e-mail aos seus funcionários informando que vai começar a exigir que os mesmos sejam vacinados com a dose de reforço contra a Covid-19. (Crédito: Reprodução/Divulgação)

Várias empresas têm implementado medidas e protocolos no que diz respeito à pandemia. A Apple agora vai exigir que os funcionários apresentem o comprovante de quem têm a vacina de reforço contra o novo coronavírus.

De acordo com as informações divulgadas pelo site The Verge, a Apple enviou um e-mail internamente aos seus funcionários informando que vai começar a exigir que os mesmos sejam vacinados com a dose de reforço contra a Covid-19.



+ Quarta dose da vacina anticovid é ‘menos’ eficaz contra ômicron, diz hospital israelense

Desta forma, assim que um funcionário da Apple cumpra os requisitos para levar a dose de reforço, terá um prazo de quatro semanas para tomar a vacina. Caso contrário, a empresa vai exigir que o trabalhador realize testes para frequentar uma loja, uma loja parceira ou um escritório da Apple.

Já a partir da próxima semana a Apple vai exigir que seus funcionários que não estão vacinados, ou os que não enviaram o comprovativo de vacinação, divulguem o resultado negativo dos testes rápido de antígeno para entrarem no seu local de trabalho. Quem tomar a dose de reforço contra o coronavírus no prazo determinado pela Apple, não vai precisar de realizar testes frequentes.

+ Confira 10 receitas para reaproveitar ou turbinar o arroz do dia a dia