Giro

Apple e Samsung são multadas por venda de celulares sem carregador

Crédito: Reprodução/Pexels

O Procon verificou ainda a prática de “venda casada”, onde a compra de um determinado produto está condicionada à compra de outro, e que é proibida no país (Crédito: Reprodução/Pexels)

A Apple e a Samsung foram multadas por não incluírem carregadores na caixa dos smartphones que vendem. De acordo com a decisão do Procon de Fortaleza, o total das multas aplicadas a cada uma das empresas chega a quase 26 milhões de reais.

Em comunicado, a entidade explica que, em agosto do ano passado, iniciou uma investigação em várias lojas, onde verificou a prática. Foram também identificadas “irregularidades e danos aos clientes”, incluindo falta de informação e “vantagem manifestamente excessiva exigida para o consumidor”.



+ Smartphones: Apple volta ao topo, Samsung cai para segundo e Xiaomi fica mais longe

O Procon verificou ainda a prática de “venda casada”, onde a compra de um determinado produto está condicionada à compra de outro, e que é proibida no país, segundo o artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor.

Por um lado, uma vez que esta não é a primeira vez que a Samsung é notificada pelo Procom, a empresa foi multada em mais de 15,5 milhões de reais.

+ Confira 10 receitas para reaproveitar ou turbinar o arroz do dia a dia


Por outro, a multa aplicada à Apple seria inicialmente o mesmo valor, mas como esta foi a primeira vez que a empresa foi notificada pelo Procon de Fortaleza em específico, a multa desceu para mais de 10,3 milhões de reais. Ambas as tecnológicas terão oportunidade de recorrer das multas aplicadas.

Vale lembrar que, em março do ano passado, a Apple já tinha sido multada por não incluir carregadores nas caixas do iPhone, neste caso pela Procon São Paulo.