Negócios

Apple diz que tarifas dos EUA sobre bens chineses podem afetar seus produtos

A Apple afirmou nesta sexta-feira que a proposta de tarifas americanas sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses afetaria diversos de seus produtos, incluindo o Apple Watch, prejudicando os consumidores americanos e colocando a empresa em desvantagem competitiva. A gigante de tecnologia afirmou ao governo de Donald Trump que as tarifas atingem “uma ampla gama de produtos da Apple”, incluindo o relógio, seus fones de ouvido sem fios AirPods e o computador da empresa.

As tarifas propostas de até 25% sobre produtos específicos importados da China para os Estados Unidos irão prejudicar desproporcionalmente os consumidores da Apple e dos EUA, disse a empresa em um documento enviado ao representante comercial americano, Robert Lighthizer.

“As tarifas aumentam o custo de nossas operações em solo americano, desviam nossos recursos e prejudicam a Apple em comparação com concorrentes estrangeiros”, escreveu a Apple em seu relatório. “Em termos mais gerais, as tarifas levarão a preços mais altos ao consumidor americano, menor crescimento econômico geral dos EUA e outras consequências econômicas não intencionais.” Fonte: Dow Jones Newswires.