Geral

Apple compra startup de realidade virtual e pode lançar óculos conectados

Apple compra startup de realidade virtual e pode lançar óculos conectados

Logomarca da Apple vista no edifício de sua loja em Nova York, em 14 de setembro de 2016 - AFP/Arquivos

Na última quarta-feira (29), a Apple confirmou a compra da empresa Akonia Holographics, do Colorado. A empresa é especializada em criar lentes para realidade virtual e pode ser uma das chaves para o grande avanço tecnológico nos próximos anos.

Sobre a compra, a Apple se limitou a dizer que “compra pequnas empresas de tempos em tempos, e que nós normalmente não discutimos nossos planos”.

Porém no ano passado, a Bloomberg noticiou que a empresa da maçã está trabalhando com o prazo de até 2020 para lançar óculos de realidade aumentada, uma tecnologia que Tim Cook, CEO da Apple, já declarou ser o futuro.

“De maneira simples, realidade aumentada vai mudar a maneira como usamos tecnologia para sempre”, disse o executivo em uma fala com analistas. “Nós estamos vendo coisas que vão mudar a maneira como trabalhamos, jogamos, nos conectamos e aprendemos”.

A compra da Akonia pela marca é a indicação que a Apple já está lidando com o maior desafio da tecnologia, que é criar uma tela fina e translúcida o suficiente para ser encaixada em óculos. Há ainda empecilhos de luminosidade para o uso ao ar livre e preço.

Porém o movimento da marca faz parte de uma estratégia que já ocorreu outras vezes. Foi o caso da PrimeSense, empresa de Israel comprada pela Apple em 2013, que desenvolvia sensores tri-dimensionais. No ano passado, o iPhone X foi lançado com um sensor similar que possibilitava o reconhecimento facial. Agora resta esperar pelas próximos conferências da maçã mordida.

Tópicos

Apple tecnologia