Semanal

Quer um novo trabalho? Saiba como funciona o Tinder dos desempregados

App utiliza inteligência artificial e detetive digital para ajudar no match entre vagas e candidatos

Crédito: Divulgação

Aplicativo possui um detetive particular que, no meio da crise, faz o currículo do candidato dar um match perfeito com seu novo empregador (Crédito: Divulgação)

Encontrar um bom emprego pode ser tão difícil quanto encontrar um grande amor, principalmente em tempos de isolamento social e taxa de desemprego de 14,4%, segundo os dados de desocupação medidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE) referentes ao primeiro trimestre deste ano. Isso significa que quase 15 milhões de pessoas estão desempregadas no Brasil, o maior número da série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD contínua), que começou em 2012. Por outro lado, muitas empresas alegam que não conseguem preencher as vagas disponíveis.

Por isso, a plataforma Goowit decidiu entrar em campo para procurar vagas de emprego para quem precisa. O aplicativo possui um detetive particular que, no meio da crise, faz o currículo do candidato dar um match perfeito com seu novo empregador, economizando o tempo de todo mundo. Pensando na taxa alta de desemprego, a empresa lançou a hashtag #AuxilioGoowit, que além de ser totalmente gratuita, dispõe de uma facilidade sem tamanho: fazer com que o profissional consiga a vaga em apenas um clique.

+ Plataforma Tiendamia quer ajudar consumidor brasileiro a comprar nos EUA
+ Na pandemia, abraços deixam de ser presenciais e se tornam virtuais
+ Fintechs gastam 71% a mais em publicidade

O CEO da Goowit, Deibson Silva, também criou e disponibilizou uma inteligência artificial para o app. O Sherppy foi desenvolvido para treinar humanos e dar dicas aos desempregados sobre como voltar para o mercado de trabalho mais qualificado. “Treinamos os candidatos para as vagas e reduzimos as frustações”, afirmou Silva. ” Através da inteligência artificial acontece o famoso match, foi aí que ganhamos o apelido de “tinder do desempregado”, que é a conexão da empresa com o candidato, de acordo com as especificações da empresa.”



Silva faz parte do seleto grupo de autores brasileiros que possui livro autoral na biblioteca da Universidade Harvard
Silva faz parte do seleto grupo de autores brasileiros que possui livro autoral na biblioteca da Universidade Harvard (Crédito:Divulgação)

O Goowit conecta hoje um número acima de 300 mil pessoas e mais de mil empresas cadastradas no app. Pesquisador e neuropsicólogo pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), é palestrante internacional, escritor e autor de dois best-sellers: “Decifre e Influencie Pessoas” e “Decifre Seu Talento”. Silva faz parte do seleto grupo de autores brasileiros que possui livro autoral na biblioteca da Universidade Harvard.

Se o plano do CEO da Goowit der certo, o brasileiro poderá ter a tecnologia como aliada na busca da vaga perfeita e no combate à carência de oportunidades.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago