Finanças

Aposta em corte da Selic sobe a 55% após IPCA-15 abaixo do piso das previsões

A curva a termo de juros já mostra aumento das apostas para corte da Selic no próximo Copom, de agosto. As chances de redução “residual”, de 0,25 ponto porcentual, aumentaram de 45% ontem para 55% nesta manhã, nos cálculos do economista-chefe do Haitong Banco de Investimentos, Flávio Serrano, em detrimento das de manutenção da taxa básica da economia. Há ainda, nos cálculos do economista, mais 10% de chance de outro corte, em setembro.

“A leitura de hoje mostra um índice ainda baixo, Alimentação surpreendeu pra baixo, mas há diversos outros fatores”, afirma o economista, citando, por exemplo, serviços, principalmente passagem aérea e despesas pessoais. “Esses segmentos ainda estão sofrendo com o distanciamento social”, completa.

O aumento da difusão, a 52,0%, ante 47,4% em junho nos cálculos dele, é considerado natural. “Com taxas positivas, é natural que a difusão fique entre 50 e 60%”, diz.



Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

taxas de juros