Tecnologia

Após ser banido, Trump cria sua própria rede social

Crédito: Arquivo / AFP

Trump estaria participando de "reuniões intensas" para realizar o lançamento de sua rede (Crédito: Arquivo / AFP)

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump foi banido recentemente das principais redes sociais por suas publicações polêmicas. Por isso, o empresário lançará sua própria plataforma nos próximos três meses. Trump estaria participando de “reuniões intensas” para realizar o lançamento.

O conselheiro sênior de Trump, Jason Miller, disse à Fox News que o seu retorno às redes será quente e movimentará a internet. Para ele, o lançamento de Trump vai redefinir completamente o jogo, além de mostrar para o mundo o que Trump realmente faz.

+ Com 1% do mercado, LG estuda vender divisão de celulares

O assessor não divulgou detalhes sobre como funcionará a rede social, mas Miller explicou que a plataforma deve atrair “milhões de pessoas”. Segundo Miller, diversas empresas estão interessadas em auxiliar o projeto do ex-presidente.

Trump foi banido permanentemente do Twitter no dia 6 de janeiro de 2021. Foi a primeira vez que uma figura política do país foi excluída permanentemente da rede. Na época, o Twitter divulgou comunicado explicando os motivos da decisão. Outras plataformas, como Facebook, Snapchat e YouTube seguiram o mesmo caminho.


Veja também
+ Trombose após vacinação com AstraZeneca: Quais os sintomas e como se deve atuar?
+ Auxílio: Governo antecipa pagamento da terceira parcela; veja o calendário
+ Confira 5 cuidados para ter na hora de vender um carro
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Ex-polegar é atropelado após encontro com Bolsonaro