Tecnologia

Apagão news

Crédito: Christof Stache

Um projeto de lei que está prestes a entrar em vigor na Austrália fez o Facebook restringir a exibição e o compartilhamento de notícias na rede social no país.

A legislação, chamada de Código de Negociação da Mídia de Notícias, vai obrigar que as plataformas digitais paguem aos editores das publicações, como jornais e revistas, pelo conteúdo disseminado.

Hoje, os meios de comunicação aplicam enorme energia e dinheiro para produzir conteúdo relevante e de qualidade, enquanto as companhias de tecnologia observam quase sem gastar um centavo os compartilhamentos pelos usuários e, mais do que isso, recebem por publicidade e buscas relacionadas.

A regra australiana incidirá inicialmente sobre Facebook NewsFeed e também ao Google Search. A atitude da empresa de Mark Zuckerberg já causou polêmica, com reclamações de pessoas que usavam a rede para consumir notícias e informações.

Outros países acompanham o movimento para replicar a lei em seus territórios. Uma guerra bilionária que tem ainda outro elemento incômodo: a tributação das big techs.

(Nota publicada na edição 1211 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel