Giro

Anvisa facilita o registro para vacinas contra covid-19

Crédito: Agência Brasil / Arquivo

Anvisa: nota reduz exigências para admissão do protocolo dos novos produtos (Crédito: Agência Brasil / Arquivo)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou nota técnica para simplificar o procedimento de análise de dados e registro de vacinas contra a covid-19 no País. A nota reduz exigências para admissão do protocolo dos novos produtos.
Vacina da Moderna não ficará pronta antes das eleições americanas

Governo de SP assina contrato com Sinovac e prevê vacina para dezembro

Apresentada ontem, a proposta determina que após a inclusão das informações a equipe analisará a documentação em até 20 dias.

O procedimento, chamado de submissão contínua, diz que a análise dos dados referentes aos imunizantes acontecerá na medida em que forem gerados e apresentados à Anvisa os resultados das pesquisas, “visando uma posterior submissão de registro quando do preenchimento dos requerimentos regulatórios necessários”.

“A partir da adoção desse procedimento, não será preciso aguardar a disponibilização de todos os dados. (…) Ou seja, conforme os dados forem gerados, estes deverão ser apresentados, de modo que o processo regulatório seja agilizado”, informou a agência.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?