Giro

Anvisa autoriza importação de 4 milhões de doses da Coronavac pelo governo de SP

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a importação, em caráter excepcional, de 4 milhões de doses da vacina contra a covid-19 Coronavac. A solicitação foi feita pelo governo de São Paulo para uso exclusivo no estado, sem passar pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), coordenado pelo Ministério da Saúde.



Nesta semana, o governo de São Paulo anunciou a aquisição dos imunizantes como parte do esforço para antecipar o calendário de imunização do estado. A meta é aplicar a 1ª dose em todos os paulistas com mais de 18 anos até 15 de setembro.

A medida foi tomada a partir da permissão de importação direta por Estados prevista na resolução da Anvisa Nº 476 de 2021. A Coronavac, produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac, tem autorização para uso emergencial no Brasil.

O quantitativo foi fechado para recebimento em duas remessas, uma de 2,7 milhões de doses e uma de 1,3 milhão. A decisão da agência autoriza novas remessas, desde que não haja alterações das condições.

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022




Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto