Giro

ANP desmobiliza plano de contingência para conter o óleo derramado na costa

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) informou que o Plano Nacional de Contingência (PNC) acionado para conter o óleo derramado na costa brasileira em agosto de 2019 foi desmobilizado. A ANP fez parte do Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA) do acidente e foi um dos órgãos integrantes do PNC.



Em ofício ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, o almirante Marcelo Francisco Campo, coordenador do PNC, informa que “as ações nos Estados atingidos foram efetivas, os danos ao meio ambiente foram mitigados e a destinação dos resíduos de óleo coletados está sendo feita de forma ambientalmente adequada”.

O derramamento de cerca de 22 toneladas de óleo, de causa até hoje desconhecida, atingiu pelo menos 980 localidades de 129 municípios, principalmente no Nordeste, atingindo praias, rios, ilhas, manguezais e áreas de proteção ambiental permanente. A provável causa apontada pela Marinha é que o derramamento tenha sido provocado por navio que navegava pela costa do Brasil.


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?