Negócios

ANP aprova resolução que reduz royalties de pequenas e médias petroleiras

A diretoria da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou por unanimidade a resolução que reduz a alíquota de royalties para pequenas e médias empresas de petróleo e gás natural, de 10% para 5% e 7,5%, respectivamente.

A expectativa é de que a medida aumente a atratividade e a produtividade das empresas de pequeno e médio portes e a extensão da vida útil dos campos.

A redução será válida apenas para os contratos de concessão e para empresas que estiverem em dia com as participações governamentais e regularidade fiscal. Ao todo, o Brasil tem 19 empresas de pequeno porte, responsáveis pela produção em 38 campos e 8 sem produção; e cinco empresas de médio porte em 60 campos em produção, e 7 sem produção.

De acordo com a ANP, a maior parte dessas empresas está localizada na região Nordeste, “o que torna a decisão bastante importante do ponto de vista social”, disse o relator do processo, Dirceu Amorelli.



“Essa resolução vai incentivar a produção, estender a vida útil dos campos, aumentar a geração de empregos, de renda, e a arrecadação de tributos e várias esferas”, disse em seu voto o diretor geral da ANP, Rodolfo Saboia, destacando que os campos sem produção dessas empresas agora terão incentivo para entrar em operação.

Veja também
+ Como podcasts podem ajudar na educação financeira do brasileiro
+ Mistério: mulher descobre que não é a mãe biológica de seus próprios filhos
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km