Economia

Aneel aprova reajuste médio de 6,75% nas tarifas da Light

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, 9, reajuste médio de 6,75% nas tarifas da Light, distribuidora que atende consumidores no Rio de Janeiro. Para consumidores conectados à alta tensão, o aumento será de 11,83%.

Segundo a área técnica, o reajuste deve-se principalmente ao aumento dos custos de transmissão. Já para a baixa tensão, a alta será de 4,67%.

Além da contribuição da conta-covid para amenizar o reajuste, a agência aprovou a utilização de créditos tributários de PIS/Cofins pagos a mais pelos consumidores. Os recursos atenuaram o impacto do reajuste tarifário em -3,46%.

O relator do processo, diretor Sandoval Feitosa, ressaltou que o tema ainda está em análise na agência, mas que a utilização dos créditos tributários já foi aprovada em processos de reajuste tarifário de outras distribuidoras.

“Houve por parte da empresa a compreensão do momento difícil para o consumidor pagar suas tarifas em função da crise da pandemia da covid-19”, afirmou o diretor, que também ressaltou o impacto da alta do dólar na energia da Usina de Itaipu.

As novas tarifas passarão a valer a partir da próxima segunda-feira, dia 15 de março.

A distribuidora atende 3,9 milhões de unidades consumidoras na capital do Estado e em outros municípios.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel