Geral

Anac libera testes para entregas feitas por drones

Crédito: Reprodução

A Speedbird, empresa que recebeu aval da Anac, já realiza testes de entregas com drones (Crédito: Reprodução)

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) liberou a realização de testes para entrega de pacotes utilizando drones, serviço que poderá ser usado por serviços de entrega por aplicativo, ou transportadoras.

Segundo o G1, a autorização foi dada à empresa Speedbird e é a primeira certificação do tipo emitida pela Anac. Essa autorização permite testes além da linha visual, quando o operador não precisa acompanhar visualmente o drone.

+ Supermercado testa entrega com drones nos EUA
+ Pandemia acelera demanda por drones
+ São Sebastião usa drone com câmera térmica para combater coronavírus

Inicialmente o serviço poderá ser feito em distâncias curtas de até 2,5 quilômetros e somente durante o dia. Campinas, no interior de São Paulo, foi a cidade escolhida para servir de teste ao serviço, que deve ocorrer até agosto de 2021.

Todas as rotas deverão passar pela autorização da Anac e os trechos serão determinados. A empresa deverá deixar o item de entrega em um centro de distribuição, onde o drone vai retirar o pacote e realizar o serviço no raio máximo permitido. Se o destino não ficar dentro desse limite, um entregador assume o resto da entrega.

O modelo liberado pela Anac é o DLV-1, que pesa aproximadamente 9kg e pode transportar até 2kg com velocidade de 32km/h.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?