PUBLIEDITORIAL

Americanas evolui em sua estratégia ESG com metas ambientais

Companhia estipula meta de compensação de gases de efeito estufa e uso de energia limpa

Americanas evolui em sua estratégia ESG com metas ambientais

Americanas evolui em sua estratégia ESG com metas ambientais

Evoluindo em sua estratégia ESG (do inglês ambiental, social e governança), a Americanas estipula meta de compensar 100% das emissões de gases de efeito estufa (GEE) e se tornar “Carbono Neutro” até 2025. A companhia realiza inventário de CO2 desde 2010 e atualmente já compensa as emissões de sua operação (Escopo 1 e 2), sendo considerada “operações carbono neutro”. A compensação é um reforço às iniciativas de mitigação da companhia, intensificadas com o investimento em uma frota logística ecoeficiente na última milha da entrega de produtos (last mile), com a adoção de tuk-tuks elétricos e bikes. Desde 2019, a Americanas contribuiu para evitar a emissão de mais de 1,4 milhão de toneladas de CO2 na atmosfera com projetos florestais na Amazônia.

Para 2030, a meta é ampliar de 25% para 100% o uso de energia limpa em suas lojas físicas. A Americanas atua no mercado livre de energia e com geração distribuída desde 2016 e já conquistou uma redução de 23% no custo da conta de energia utilizando fontes renováveis e de baixo impacto ambiental. Os objetivos estão em linha com a Agenda 2030 da ONU e preveem o emprego de iniciativas efetivas contra a mudança global do clima.