Negócios

American Airlines prorroga cancelamento de voos com jato da Boeing até junho

A maior companhia aérea do mundo já havia divulgado cancelamento de itinerários até o fim de abril e aguarda por avaliações das agências de segurança

American Airlines prorroga cancelamento de voos com jato da Boeing até junho

A American Airlines anunciou neste domingo (7) que ampliará o cancelamento de aproximadamente 90 voos por dia até junho devido a suspensão dos modelos 737 Max da Boeing. A maior companhia aérea do mundo já havia divulgado o cancelamento de itinerários até o fim de abril.

A decisão indica que os problemas com o modelo da Boeing estão longe de serem solucionados, apesar de a fabricante ter anunciado no fim de março que havia corrigido os erros no seu software de operações.

“Ao cancelar de forma proativa esses voos, podemos fornecer um melhor serviço aos nossos clientes com opções de disponibilidade e remarcações”, disse a companhia através de um comunicado.

A empresa possui 24 jatos 737 Max em sua frota e suspendeu as suas operações na segunda semana de março após duas quedas do modelo em menos de seis meses. Diversos países e companhias aéreas proibiram a operação dos jatos por medidas de precaução. A American Airlines ainda afirmou que aguarda por novas avaliações das agências reguladoras e de segurança para retomar o uso das aeronaves.

Apesar de a Boeing anunciar que os trabalhos para solução do sistema estão avançados, a fabricante divulgou na última sexta-feira (5) que diminuirá 20% da produção do modelo 737 Max, de 52 para 42 unidades por mês.