Giro

Ambientalistas superam conservadores de Merkel na Alemanha, diz pesquisa

Ambientalistas superam conservadores de Merkel na Alemanha, diz pesquisa

A co-presidente alemã dos Verdes, Annalena Baerbock, em Berlim em 19 de abril de 2021 - POOL/AFP

Os ambientalistas estão em ascensão após a indicação de sua líder para as eleições legislativas de setembro, superando os conservadores de Angela Merkel nas intenções de voto, de acordo com uma pesquisa publicada neste domingo (25).

Esta é a segunda pesquisa de opinião pública consecutiva esta semana mostrando uma reviravolta, que se confirmada nas urnas seria sem precedentes na história política alemã e abriria as portas da Chancelaria aos Verdes.

A pesquisa, realizada pelo Instituto Kandar para o jornal Bild em sua edição de domingo, concede 28% dos votos aos ambientalistas, um aumento de seis pontos em relação à pesquisa anterior, consequência da indicação da candidata à Chancelaria de sua co-presidente, Annalena Baerbock.

Por sua vez, os conservadores de Angela Merkel caíram dois pontos, para 27%, como resultado da polêmica indicação de seu líder, o presidente da União Democrática Cristã (CDU) Armin Laschet, visto como impopular.

O Partido Social Democrata (SPD) também perde terreno com apenas 13%, assim como a extrema direita (10%) e a extrema esquerda (7%).

Outra pesquisa divulgada terça-feira pelas redes de televisão RTL e NTV também deu aos Verdes a liderança em intenção de voto pela primeira vez, também com 28%, batendo a direita.

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

Os ambientalistas escolheram Baerbock, de 40 anos, com uma linha bastante moderada na defesa do meio ambiente e que está comprometida com a renovação. Esses princípios parecem ter estimulado o movimento na opinião pública, em um momento em que a maioria dos outros partidos atravessa dificuldades.

Os conservadores continuam acertando suas contas internas com “primárias” que deixaram profundas divisões.

O perdedor na corrida pela candidatura para suceder Merkel entre os conservadores, o bávaro Markus Söder, atacou o vencedor, Armin Laschet, implacavelmente neste fim de semana.

Söder disse que a nomeação de seu rival “não o convenceu” e considerou que o partido CDU está mergulhado em “uma crise”.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel