Meio ambiente

Ambientalistas bloqueiam entrada da sede da BBC em Londres

Os ativistas do Extinction Rebellion (XR) bloquearam nesta sexta-feira a entrada principal da sede da emissora pública inglesa BBC, em Londres.

Cerca de cinquenta militantes estavam em frente à BBC Broadcasting House, perto do Regent’s Park, no centro da capital britânica, o que causou o fechamento do prédio.

“Ninguém entra, ninguém sai”, tuitou Paul Lewis, jornalista econômico da BBC.

Em vídeos postados nas redes sociais, manifestantes são vistos subindo na marquise da entrada do prédio, enquanto outros acenam em frente bandeiras com o logotipo do movimento XR, uma ampulheta inscrita em um círculo.

“Nós, o povo, decidimos fazer o trabalho deles e dizer a verdade da BBC Broadcasting House para onde estamos indo, se não mudarmos de rumo”, explicou Extinction Rebellion em comunicado divulgado no Facebook, e onde acusa a BBC de “marginalizar totalmente” a emergência climática.

Um porta-voz da BBC assegurou em comunicado que a emissora pública abordou “inúmeras questões relacionadas às mudanças climáticas e ambientais em seus programas”.

“Sabemos até que ponto essas questões são importantes para o nosso público e continuaremos focando nisso em nossas transmissões”, acrescentou.

Na segunda-feira, a Extinction Rebellion lançou uma série de ações de protesto para despertar as consciências, com a intenção de perturbar os funcionamentos das capitais em todo o mundo.

O movimento, nascido no Reino Unido no final de 2018, apela à desobediência civil para forçar os governos a agir diante da crise climática.

Na quinta-feira, o grupo bloqueou o aeroporto de London City, depois de ter acampado em Westminster, bloqueou uma rua central de Paris e organizou uma marcha fúnebre em Manhattan (Nova York).

Mais de 1.000 pessoas foram presas no Reino Unido desde o início dessas ações.