Tecnologia

Amazon pede a funcionários que apaguem TikTok dos celulares (imprensa)

Amazon pede a funcionários que apaguem TikTok dos celulares (imprensa)

Logo do TikTok - AFP/Arquivos

A gigante americana do comércio online, Amazon, pediu nesta sexta-feira (10) a seus funcionários que eliminem o aplicativo TikTok de seus celulares em meio a novas tensões entre a China e os Estados Unidos, segundo veículos de imprensa americanos.

“A Amazon informou seus funcionários na sexta-feira em nota que devem eliminar o TikTok ainda nesta sexta para continuar acessando os e-mails de seus telefones” celulares, noticiou o Wall Street Journal.

+ Walmart lança serviço para concorrer com o Amazon Prime Membership
+ Amazon diz que não há negociações para unidade no Ceará 

TikTok, um aplicativo aclamado pelos jovens por seus vídeos de humor, dança e música, pertence ao grupo chinês ByteDance e tem quase um bilhão de usuários no mundo.

A Amazon ainda não respondeu ao pedido de confirmação da AFP.

“A segurança do usuário é de extrema importância para o TikTok: estamos totalmente comprometidos em respeitar a privacidade dos nossos usuários”, disse um porta-voz da rede social, contatado pela AFP.

Embora “ainda não entendamos sua preocupação (da Amazon), estamos abertos ao diálogo para que possamos resolver qualquer problema que possam encontrar e permitir que sua equipe continue participando da nossa comunidade”, acrescentou, destacando que o gigante online ainda não os tinha contatado.

O presidente americano, Donald Trump, disse na terça-feira que estava avaliando a possibilidade de proibir o aplicativo TikTok, que está sob suspeita de espionar a favor do governo chinês.

A plataforma tem tido que se defender com frequência por seus vínculos com a China, onde a empresa matriz tem um aplicativo similar com outro nome.

O TikTok sempre negou que compartilhe dados com as autoridades chinesas e sustenta que não tem a intenção de aceitar solicitações deste tipo.

Além disso, anunciou na segunda-feira que vai suspender seu aplicativo em Hong Kong devido à recente lei de segurança nacional, imposta pela China.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

Amazon tiktok