Giro

Amazon negocia centros de distribuição em shoppings nos EUA

Crédito: AFP/Arquivos

Logo da Amazon em unidade de distribuição (Crédito: AFP/Arquivos)

A Amazon está negociando com a Simon Property Group, empresa que controla grandes shoppings nos Estados Unidos, a transformação de espaços que antes eram de grandes lojas de departamento em centros de distribuição de sua imensa rede varejista.

Com o impulsionamento do e-commerce no dia a dia das pessoas – processo que foi acelerado pela pandemia da covid-19 – lojas famosas e tradicionais nos EUA, como a JC Penney e a Sears, estão fechando alguns espaços físicos nos shoppings e entrando em processo de falência.

+ Magalu mira Amazon com aquisições
+ Amazon investirá US$ 10 bilhões em rede de internet por satélite

Para quem conseguiu sobreviver nesses centros comerciais, não ter uma loja âncora puxando consumidores para esses espaços físicos é muito ruim, já que poucas pessoas teriam a oportunidade de aproveitar algum produto ou condição especial que as lojas estivessem oferecendo.

Segundo o Fast Company, a Amazon, por outro lado, tende a se beneficiar com a situação, pois os shoppings estão bem localizados e a rede de distribuição ficará ainda mais eficiente, com as entregas saindo mais rapidamente para os clientes.

Com nenhuma concorrência, no entanto, ter esses imensos espaços apenas para depósito de produtos torna-se um mal negócio para os outros lojistas, pois não cumpre com a tarefa essencial de um shopping que é o de fazer circular mais pessoas durante o dia e impulsionar as vendas.

Veja também

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?