Agronegócio

Amaggi se torna única empresa de soja com nota “A” no combate ao desmatamento

Amaggi se torna única empresa de soja com nota “A” no combate ao desmatamento

Grãos de soja em Primavera do Leste (MT)

Por Ana Mano



SÃO PAULO (Reuters) – O conglomerado do agronegócio Amaggi se tornou o único grupo global de produção e comercialização de soja a obter uma pontuação “A” no combate ao desmatamento, de acordo com um ranking de 2021 divulgado pelo CDP, instituição sem fins lucrativos que coordena um sistema destinado a investidores.

Em nota divulgada nesta terça-feira, a Amaggi disse que esta é a terceira vez consecutiva que a empresa é reconhecida pelo CDP pela forma como combate o desmatamento em sua cadeia de oferta.

O desempenho da Amaggi no ranking ressalta seu esforço em fomentar práticas de produção sustentáveis, uma resposta à demanda de investidores e consumidores enquanto o planeta lida com os severos efeitos das mudanças climáticas.

Uma empresa privada que cultiva e processa grãos e fibras, a Amaggi concorre com empresas como Cargill e Bunge.

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022



Em setembro, a Amaggi se comprometeu em eliminar o desmatamento em sua cadeia de valor até 2025.

A Amaggi comercializou cerca de 14 milhões de toneladas de grãos globalmente em 2020, quantidade que a empresa aumentará para 17,5 milhões de toneladas este ano.

A empresa foi o segundo maior exportador de milho do Brasil e o quinto maior exportador de soja até outubro, embarcando respectivamente 1,8 milhão de toneladas do cereal e 7,1 milhões de toneladas da oleaginosa, mostram os dados de transporte.

A metodologia do CDP classifica as empresas em uma escala de A a D, e as pontuações refletem o nível de transparência, consciência e gestão de riscos ambientais das empresas, entre outros critérios.

As empresas que não divulgam ou fornecem informações insuficientes são marcadas com “F”.

A Amaggi disse que mais de 590 investidores com mais de 110 trilhões de dólares em ativos solicitaram que as empresas divulgassem dados por meio da plataforma do CDP em 2021. Um recorde de 13 mil empresas responderam, disse a instituição.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEHB612F-BASEIMAGE


Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto