Geral

Alta nos combustíveis impulsiona venda de carros elétricos no Reino Unido

Comércio de veículos teve aumento de 23% em agosto deste ano em comparação ao mesmo período no ano passado; apesar dos números, entidades pedem cautela

Alta nos combustíveis impulsiona venda de carros elétricos no Reino Unido

Carro elétrico em estação para recarga - dpa/AFP/Arquivos

A venda de veículos elétricos no Reino Unido bateu recorde no mês passado. A cada 12 modelos comercializados, 1 era movido pela energia sustentável. O número total de carros do tipo cresceu 23% em relação ao mesmo período de 2017, informou a BBC News.

No mês passado, foram vendidos 7.489 veículos movidos a combustíveis elétricos e alternativos, contra 3.968 em agosto de 2017.

A alta no mercado ocorre paralelamente ao constante aumento da gasolina e do diesel. A média mensal é a maior desde julho de 2014 e o preço nas bombas teve acréscimo em oito meses no último ano.

Segundo a Sociedade de Fabricantes e Comerciantes de Motores (SMMT, na sigla em inglês), os carros híbridos ou elétricos representam 8% do mercado. Porém, o executivo-chefe da entidade, Mike Hawes, pede cautela diante dos números.

“Agosto é sempre um mês com poucos registros de veículos devido ao lançamento de novas placas no mês de setembro”.

Mesmo reconhecendo o aumento como uma “conquista extraordinária”, o executivo do banco Barclays, Ian Gilmartin, também afirma que é preciso ter calma com o entusiasmo. Nos últimos meses, a indústria britânica de automóveis teve quedas, somando retração de 4% em vendas neste ano, disse.

“Mudanças regulatórias que entraram em vigor em setembro levaram a oferta de acordos generosos em agosto, o que pode ter impulsionado as vendas”, afirmou. “Todos os olhos estarão nos números do próximo mês”.

Onda dos elétricos

O aumento de veículos elétricos não se restringe ao Reino Unido. Segundo a EV Volmes, mais de um milhão de carros do tipo estão rodando pela Europa. A Noruega é líder neste mercado. Lá, a venda de híbridos ou elétricos representa 37% do total, seguida pela Alemanha.

As montadoras projetam um crescimento no mercado com o lançamento de carros energicamente eficientes nos próximos meses. A Mercedes Bens acaba de lançar o seu veículo totalmente elétrico. A Audi iniciará as vendas do seu primeiro SUV com a energia limpa em setembro, enquanto a Jaguar projeta a produção de veículos de luxo movidos à bateria.