Economia

Alta do varejo em maio ante abril foi a mais acentuada da série, diz IBGE

Crédito: Fernando Frazão/Agência Brasil

Alta das vendas no comércio ainda não é suficiente para reverter prejuízos de abril, quando teve início a pandemia (Crédito: Fernando Frazão/Agência Brasil)

A alta de 13,9% nas vendas do comércio varejista em maio ante abril foi a mais acentuada da série histórica iniciada em janeiro de 2000. Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio e foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira, 8.

No varejo ampliado, que inclui as atividades de veículos e material de construção, o aumento de 19,6% em maio ante abril foi o mais agudo da série histórica iniciada em 2003.

+ Varejo e serviços de SP registram queda no faturamento em abril
+ Varejo ampliado terá queda de 19% nas vendas em julho, aponta pesquisa 

Média móvel trimestral



O índice de média móvel trimestral das vendas do comércio varejista restrito teve queda de 2,6% em maio, divulgou o IBGE.

No varejo ampliado, que inclui as atividades de veículos e material de construção, o índice de média móvel trimestral das vendas registrou recuo de 5,9% em maio.

Revisões

O IBGE revisou o resultado das vendas no varejo em abril ante março, de uma queda de 16,8% para recuo de 16,3%.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

IBGE maio varejo vendas